← Voltar

CAPACITAÇÃO

Novo edital para seleção do Mestrado Profissional em Direito será publicado em 30 de novembro


Facebook Twitter Imprimir

Compartilhar no Telegram

Conquista da ASMEGO e ESMEG, o Mestrado Profissional em Direito e Políticas Públicas abrirá, em breve, seleção para segunda turma da capacitação. Pelo convênio firmado pelas entidades mencionadas, cinco vagas serão reservadas para magistrados. O edital será publicado no próximo dia 30 de novembro, pelo Programa de Pós-Graduação em Direito e Políticas Públicas (PPGDP), da Universidade Federal de Goiás (UFG).

A seleção será realizada durante três meses e contempla cinco etapas. O início das aulas será em agosto de 2018. “Com a antecedência, os magistrados poderão se preparar com segurança para o processo seletivo e também elaborar o projeto de pesquisa e demais necessidades do edital”, comenta o diretor da ESMEG, juiz André Reis Lacerda.

O edital será publicado no portal do PPGDP (www.ppgdp.direito.ufg.br) e replicado também nos portais da ESMEG e ASMEGO. “O mestrado é uma conquista histórica da ASMEGO e ESMEG, em parceria com a UFG, e o apoio do TJGO. Consiste em uma oportunidade única dos magistrados se qualificarem, atendendo as normativas do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), o que irá contribuir tanto para o Poder Judiciário, quanto para a sociedade como um todo”, complementa André Lacerda.

Confira, abaixo, breve descrição das etapas de seleção do Mestrado Profissional em Direito e Políticas Públicas:

1- Exame de Projeto de Pesquisa: A banca de professores da UFG avalia a pertinência do projeto de pesquisa para fins acadêmicos e profissionais no âmbito de Políticas Públicas de gestão e que melhorem a prestação jurisdicional. Entrega do projeto está prevista para março de 2018.

2- Exame de Línguas: Candidatos podem optar pela língua inglesa, espanhola, italiana ou francesa. Consistirá na tradução de texto de aproximadamente 30 linhas.

3- Exame de Conhecimentos Específicos: Prova desenvolvida a partir de bibliografia que constará no edital. A lista de textos será disponibilizada no edital. Boa parte é a mesma contemplada no edital da primeira turma, com acréscimos de novas obras.

4- Exame Oral: A banca analisará a coerência com o programa, a linha dogmática que será abordada, entre outros quesitos, sobre o projeto de pesquisa entregue. É o momento de o magistrado demonstrar a pertinência de seu projeto, em sintonia com o âmbito jurisdicional, acadêmico e com interesse para a comunidade.

5- Exame de Títulos: Análise do currículo dos candidatos. Prevista para final de abril.

Fonte: Assessoria de Comunicação da ASMEGO | Mediato Multiagência


Assuntos Relacionados: ,