← Voltar

PRESÍDIO DE CAIAPÔNIA

Segurança Pública se manifesta após pedido de providências da Magistratura


Facebook Twitter Imprimir

Compartilhar no Telegram

Os prefeitos das cidades de Caiapônia, Doverlândia e Palestina de Goiás testemunharam, hoje (13), a Secretaria de Segurança Pública e Administração Penitenciária (SSPAP) se comprometer a reforçar o efetivo policial nos municípios depois de a juíza Gabriela Maria de Oliveira Franco cobrar, com apoio da ASMEGO, providências do Estado no combate à violência nas três cidades do Oeste goiano. A magistrada expôs a situação de insegurança nos municípios, evidenciada na escalada de processos criminais em Caiapônia, onde atua, que registra crescimento de 63% nos autos desta natureza de 2013 a 2017.

Gabriela Franco se manifestou durante reunião na sede da SSPAP. Ela foi apoiada in loco pelo presidente da ASMEGO, Wilton Müller Salomão, e pelo diretor de Segurança Institucional dos Magistrados, juiz Hamilton Gomes Carneiro. A uma plateia de políticos, técnicos da segurança pública, sindicalistas, empresários e membros do Ministério Público, Gabriela alertou para o que chama de “estrutura caótica” do presídio de Caiapônia. A unidade tem capacidade para 18 reeducandos, mas aglutina hoje 62. “Se nada for feito, algo muito grave pode acontecer”, disse.

O presidente Wilton Müller endossou as palavras de Gabriela Franco. “Essa atitude mostra que os juízes não estão encastelados em seus gabinetes. Ao contrário, têm se engajado na melhoria de suas comarcas como um todo. Foi assim, por exemplo, em Orizona, Vianópolis e Niquelândia, que tiveram novos presídios erguidos por iniciativa conjunta dos magistrados com a comunidade local. A Magistratura está vigilante para não permitir a ausência no Estado nas cidades goianas”, frisou ele.

Em resposta à Magistratura e ao Ministério Público (MP), que se juntou ao Judiciário no pedido de providências, a cúpula da Polícia Militar (PM) e da Polícia Civil garantiu que o efetivo na delegacia de Caiapônia será aumentado em 100%, recebendo mais três integrantes da corporação. A PM anunciou que parte da turma de policiais a se formar no próximo dia 24 será lotada na comarca de Caiapônia. O número exato de profissionais, entretanto, será conhecido em breve, informou a SSPAP.

A juíza Gabriela Franco, que coordena uma campanha com a população e o município para construir um novo presídio em Caiapônia, se mostrou confiante na iniciativa. Gabriela disse que o projeto já teve adesão de diversos setores da sociedade e dos atores do sistema de justiça, com apoio de advogados e membros do MP. “E o trabalho não termina por aí. O nosso plano é de entrar também nas escolas, fazendo campanha de prevenção à violência e, assim, consequentemente, reduzindo os índices de crimes praticados em nossa região”, salientou a magistrada da Justiça de Goiás.

Em viagem ao Estado do Rio de Janeiro, o secretário de Segurança Pública Ricardo Balestreri foi representado na reunião pelo superintendente Executivo da SSPAP, coronel Edson Costa Araújo, e pelo delegado geral da Polícia Civil, Álvaro Cássio dos Santos.

Fonte: Assessoria de Comunicação da ASMEGO | Mediato Multiagência


Assuntos Relacionados: , ,