← Voltar

OPINIÃO

Em artigo, presidente da ASMEGO rebate críticas sobre a atuação e direitos da Magistratura


Facebook Twitter Imprimir

Compartilhar no Telegram

Em artigo resposta publicado neste sábado, 24, no jornal O Popular, o presidente da Associação dos Magistrados do Estado de Goiás (ASMEGO), juiz Wilton Müller Salomão, refuta as críticas sobre a atuação e os direitos da Magistratura emitidas por Adão José Peixoto em seu texto ” A lei e a ética”, divulgado no último dia 18 pelo veículo.

Wilton Müller pondera que “ao contrário do que sugere o autor, os juízes são verdadeiros guardiões da lei e da ética, tendo já provado ao País a importância de seu trabalho. É pela atuação dos atuais magistrados que, como nunca antes na história do Brasil, detentores de grande poder econômico e político estão sendo julgados e condenados de acordo com a lei, pagando pelos crimes cometidos.”

O presidente alerta que este e demais ataques são uma tentativa de manchar a imagem da Magistratura, a fim de enfraquecer sua atividade e postura combativa ao que não está em acordo com a lei. “O auxílio-moradia, atacado no artigo “A lei e a ética”, possui amparo legal, existe em diversas carreiras públicas e privadas e a sua continuidade será julgada pelo STF. Então, qual o motivo de somente no caso da Magistratura o assunto ser repetido à exaustão? Além dos comentários sobre a verba de moradia, o autor comete erros graves. Diferentemente do mencionado no texto, em Goiás, não existem auxílios informática, educação e saúde”, esclarece.

Leia, abaixo, a íntegra do artigo “Ataque aos juízes”.

Fonte: Assessoria de Comunicação da ASMEGO | Mediato Multiagência


Juiz Wilton Müller Salomão


Assuntos Relacionados: , , , ,