← Voltar

NOTÍCIAS

Juiz goiano assume presidência do Fonamec


Facebook Twitter Imprimir

Compartilhar no Telegram

O presidente de Políticas Remuneratórias da Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB), o juiz goiano Paulo César Neves, tomou posse, no dia 8 de março, como novo presidente do Fórum Nacional de Mediação e Conciliação (Fonamec). A solenidade foi incluída na programação do VI Fonamec, ocorrido nos dias 7 e 8 de março, no Congresso Internacional sobre Inovação e Mediação, no Rio de Janeiro.

Durante o evento, o magistrado prometeu dar continuidade aos avanços da política consensual em todo o Brasil, com o aumento do número de membros do Fonamec, de forma que as pessoas compromissadas com a política possam participar do Fórum e de todas as suas atividades.

Em seu discurso de posse, mencionou também a necessidade de alteração do Estatuto do Fonamec em face da expansão dos últimos anos, com a sua adequação à nova realidade, formalizando as comissões já existentes, descentralizando ao máximo a política, bem como tornando o Fonamec um protagonista das políticas públicas e não mais mero executor como hodiernamente.

Na cerimônia também foram eleitos os coordenadores do Nupemec: o Juiz Alexandre Abreu, do Tribunal de Justiça do Maranhão, e o desembargador Raduan Miguel Filho, do Tribunal de Justiça de Rondônia, respectivamente, 1º e 2º Vice-Presidente do Fonamec. O evento foi prestigiado pela conselheira Daldice Santana, presidente da Comissão de Acesso à Justiça do CNJ, que ressaltou a necessidade de melhor e mais estreita comunicação entre todos os coordenadores e a referida comissão.

Na posse, o ministro João Otávio Noronha, Corregedor Nacional do Conselho Nacional de Justiça, se fez presente e proferiu palestra salientando a importância da política consensual desenvolvida pelo CNJ e a satisfação de ter o envolvimento de tantos profissionais na busca da pacificação Social. Ressaltou, ainda, a efetiva parceria entre o Fonamec e o CNJ para materialização da busca do consenso pelo diálogo, que vem tendo resultado na mudança cultural que se deseja no enfrentamento dos conflitos.

Por fim, o desembargador César Cury, do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, já como ex-presidente, destacou os avanços de sua gestão, se colocando à disposição do Fórum como coordenador do Nupemec do TJRJ. Ainda, na oportunidade, lançou como último ato do VI Fonamec o Pacto Nacional pela Mediação, medida que restou elogiada pelos participantes do Fórum, além de assumir o compromisso de que se tenha na prática o prestígio dos meios consensuais como forma primeva de solução dos conflitos.

Fonte: site do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás

 


Assuntos Relacionados: , ,