← Voltar

Diretor-financeiro da Asmego, Romério do Carmo Cordeiro é empossado juiz auxiliar da Presidência do TJGO


Facebook Twitter Imprimir

Compartilhar no Telegram

O presidente do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO), desembargador Gilberto Marques Filho, empossou, ontem (31), o diretor-financeiro da Asmego, Romério do Carmo Cordeiro, como juiz auxiliar da Presidência. O magistrado ocupa a vaga deixada com a saída de Jerônymo Pedro Villas Boas.

Na ocasião de assinatura do termo de posse, o desembargador destacou o trabalho desenvolvido por Romério do Carmo, que esteve no mesmo cargo na gestão anterior, do presidente Leobino Valente Chaves. “Agradeço sua disponibilidade. Hoje faço uma demonstração do reconhecimento que tenho da sua atuação”, afirmou o presidente ao novo juiz auxiliar.

Romério do Carmo agradeceu a confiança do presidente e destacou que é com “muita honra” que aceita, novamente, o convite para estar à frente da administração do TJGO. “Espero somar minha experiência adquirida no passado aos novos projetos em andamento. O maior desafio é prestar celeridade àquelas atividades que são essenciais, auxiliar na gestão, não apenas no que diz ao Judiciário, mas gestão pública, trabalhar com profissionalismo, racionalidade, otimizar recursos, a fim de ter resultados melhores para a instituição e sociedade”.

Currículo
Natural de Curitiba, Romério do Carmo Cordeiro formou-se bacharel em Administração de Empresas, pela Faculdade de Administração, Economia e Contabilidade Professor De Plácido e Silva; e é bacharel em Direito, pela Universidade Federal do Paraná.  Pelo TJGO, ingressou na magistratura em 3 de agosto de 1999. Foi juiz substituto e titular da comarca de Valparaíso de Goiás, juiz titular da 1ª Vara Criminal de Luziânia e juiz titular da 8ª Vara Cível da comarca de Goiânia. Foi também diretor do Foro da comarca de Valparaíso de Goiás, por dois anos, e da comarca de Luziânia, por seis anos; membro e presidente de Turma Recursal em Luziânia, e coordenador adjunto e, posteriormente, gerente do Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos (Nupemec) em Goiânia e é coordenador do 6º Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejusc).

Em março de 2016, foi empossado como juiz auxiliar da Presidência da gestão do desembargador Leobino Valente Chaves, tendo atuado por 11 meses no cargo. Pós-graduado em Auditoria Contábil, pela Faculdade Católica de Administração e Economia – Centro de Desenvolvimento Empresarial, em 1996, Curitiba; em Atualidades das Ciências Jurídicas, pelo Instituto Brasileiro de Estudos Jurídicos, em 1997, Curitiba; e em Capacitação em Poder Judiciário, pela Fundação Getúlio Vargas e Tribunal de Justiça do Estado de Goiás, 2007, Goiânia.

Textos e foto: assessoria de comunicação do TJGO.