← Voltar

Acesse vídeo do vice-presidente da OAB-GO, Thales Jayme


Facebook Twitter Imprimir

Compartilhar no Telegram

A Associação dos Magistrados do Estado de Goiás (Asmego), em seus 50 anos de história, nunca faltou com a verdade ao divulgar para os magistrados e à sociedade goiana como um todo, fatos e notícias relacionadas à associação e ao Poder Judiciário de Goiás.

Desta forma, a Asmego recebeu com perplexidade nota divulgada pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-Seção Goiás) ontem (23), em que a entidade expõe argumentos contrários aos que apresentou à magistratura em reunião no dia 22, na sede do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO), realizada a pedido dos próprios membros da diretoria da OAB e de suas subseções.

Devido ao ocorrido, a Asmego sente-se no dever de divulgar para a sociedade civil a fala do vice-presidente da OAB-GO, Thales José Jayme, para que todos tenham conhecimento da mensagem levada pela entidade à magistratura. Nunca foi interesse da Asmego tencionar mais a situação criada pela Ordem, tampouco prejudicar o relacionamento entre a magistratura e a advocacia.

Entretanto, o compromisso com a verdade deve estar sempre acima de quaisquer interesses. À sociedade, reafirmamos o dever da magistratura de continuar a trabalhar para a entrega de uma prestação jurisdicional justa e célere.

A Asmego espera que os debates saiam das mídias e ganhem espaço nos locais com competência para decisão.

Visto que a verdade da informação não é interesse da OAB-GO, resta-nos dar por encerrada a possibilidade de qualquer tratativa institucional com a atual gestão.

Diretoria da Asmego.