15/07/2019

Asmego: 51 anos em defesa da magistratura

Ela foi presidida pelo honorável desembargador Homero Sabino de Freitas e composta pelos desembargadores Firmo Ferreira Gomes de Castro, Kisleu Dias Maciel, Celso Fleury, Moacir Ribeiro de Freitas, e Irineu Costa e Oliveira

Asmego: 51 anos em defesa da magistratura



 



Nascida da coragem e do sonho de homens visionários e comprometidos com o Poder Judiciário, a Associação dos Magistrados do Estado de Goiás (Asmego) completa 51 anos de luta e memorável história. Honra, abnegação e credibilidade são os adjetivos que melhor descrevem o apogeu desses 51 anos da nossa inestimável Asmego.

Em 1966, denodados a solucionar problemas relacionados à dificuldade de comunicação entre as comarcas, à inadequada remuneração dos magistrados, à dependência do Poder Executivo e à necessidade de representatividade da classe junto ao Poder Judiciário, destemidos magistrados se uniram e formaram uma comissão com vistas à consolidação de uma associação que sustentasse as lutas e os anseios da magistratura goiana.

Ela foi presidida pelo honorável desembargador Homero Sabino de Freitas e composta pelos desembargadores Firmo Ferreira Gomes de Castro, Kisleu Dias Maciel, Celso Fleury, Moacir Ribeiro de Freitas, e Irineu Costa e Oliveira. O grupo assumiu a direção da entidade recém-criada, até que se fizesse a primeira eleição. A comissão foi a responsável pela criação do estatuto da Asmego, fundada em 15 de julho de 1968.

A partir de então, à luta também foi incorporada o trabalho por uma sede para a entidade, que passou a funcionar provisoriamente no fórum central, localizado na Praça Cívica. A associação laborou naquele local até 1986, quando passou a ocupar o último andar do edifício do Fórum de Goiânia, no Setor Oeste. Naquele período, as principais bandeiras eram a independência financeira do Judiciário em relação ao Executivo, e a melhoria dos vencimentos.

As primeiras conquistas foram uma rede assistencial, formada por médicos e dentistas. E, em 1974, a entidade deu início à construção de unidades que integrariam seu patrimônio físico; dentre elas, a Casa do Magistrado, inaugurada no ano 2000. Foi em 2003, na gestão do desembargador Jamil Pereira de Macedo, que a Asmego ganhou sede própria, localizada no Jardim Goiás. Tal conquista foi um dos maiores trunfos da nossa associação, hoje voz consonante e forte da magistratura goiana.

 



“Em 51 anos, a Asmego concretizou sonhos e consolidou conquistas que hoje auferem ao Judiciário goiano respeito, confiança e autonomia. É uma honra contribuir para o fortalecimento dessa instituição e carregar no peito o seu nome. Mais muitos outros 51 anos de lutas e glórias para a Asmego!”, diz o presidente Wilton Müller Salomão.

"A Asmego, depois de 51 anos, se felicita com seus associados essa história de grande luta, tendo como baluarte o desembargador Homero como fundador e agora assumindo, nestes dias, também a presidência para dar continuidade à essa luta, que é o assossiativismo goiano. Parabéns à Asmego, parabéns aos associados, parabéns a cada um dos fundadores que tiveram a grande ideia e o grande compromisso com a magistratura", diz o 2º vice-presidente, Levine Raja Gabaglia Artiaga .
Diretoria da Asmego.

 

Conheça e faça aqui o seu evento - Auditório e Salão de Festas

ÚLTIMOS CONVÊNIOS

VÍDEOS

Acesse aqui vídeos da Asmego

Acesse agora

ASSEMBLEIA VIRTUAL

Sistema Eletrônico de Assembleia Virtual

Acesse agora